Cuiabá-MT: 02 de Setembro de 2014
Torna Condomínio MT sua página inicial
Fale conosco
 
 
 
Clique na imagem para ler esta edição na integra!
Ano XIII - 98ª Edição - Dezembro 2013
Distribuição Gratuita - Edição Bimestral
5000 exemplares
:: Sindicos(as) em destaque
:: Matérias
:: Perguntas mais frequentes
:: Manual do síndico
:: Atribuições do síndico(a)
:: Direitos e deveres do condômino
:: SOS Condominio
:: Lei do condomínio
:: Novo código civil
:: Lei do inquilinato
:: Convenção Coletiva dos Trabalhadores
 
Newsletters
Nome:
E-mail:
 
matéria
Fundo de reserva: quem deve pagar
 
São duas leis que regulam o assunto: a lei de Condomínios (lei 4591/64), e a lei do Inquilinato (8245/91).
A lei dos Condomínios, no artigo 9º, parágrafo 3º, alínea d, separa as despesas ordinárias das extraordinárias, sem especificá-las. Mas a lei do Inquilinato, em seus artigos 22 e 23, definem e relacionam quais são as despesas ordinárias (que devem ser pagas pelo inquilino) e quais são as despesas extraordinárias (que devem ser pagas pelos proprietários).
O objetivo do fundo de reserva é formar recursos que possam ser utilizados para pagamento de despesas eventuais, de caráter iminente. Por isso, os condôminos não devem deixar de mantê-lo. Serve como medida de precaução contra problemas acidentais, fortuitos, que costumam ocorrer, como a substituição do cabo do elevador ou a troca de gerador ou bomba hidráulica. Uma despesa desse porte pode representar um rateio inesperado para os condôminos. Se o condomínio não contar com quantia razoável do fundo de reserva, possivelmente terá dificuldade em providenciar, de imediato, qualquer reparo necessário. É bom lembrar que o fundo de reserva não precisa ser cobrado indefinidamente. Basta que atinja certo valor, 20% ou 30% da arrecadação anual, para que se suspenda seu recolhimento. É aconselhável, no entanto, que o saldo seja aplicado, por exemplo, em fundo de investimento ou poupança. E é bom ficar atento pois, para se movimentar esta aplicação, é necessária a aprovação dos condôminos reunidos em assembléia.
Somente quando houver necessidade de reposição total ou parcial do fundo de reserva, devido a utilização no custeio ou complementação das despesas ordinárias, a responsabilidade também é do locatário (inquilino),salvo se referente a período ao início da locação. É de se lembrar que a lei do Condomínio determina a não utilização do fundo de reserva para pagamento de despesas ordinárias
.
Definição de despesas
As despesas do condomínio classificam-se em Ordinárias e Extraordinárias, por imperativo da própria lei do Condomínio e da lei do Inquilinato. O fundo de reserva não constitui despesa, mas receita, fugindo dessa divisão. Só se torna despesa quando for utilizado para atender a necessidade de pagamento de despesa extraordinária.
 
Despesas Ordinárias:
Como o próprio nome diz, são despesas comuns, habituais, cotidianas, necessárias para o dia a dia do condomínio.
A lei do Condomínio refere-se a elas como "despesas de custeio", ou seja, gastos necessários para se manter algo em funcionamento.
Alei do Inquilinato preferiu exemplificá-las e considerou-as como as "necessárias à administração" do condomínio.
outras matérias
Academia - sala de Ginástica
Animais - condomínio x animais, a eterna briga
Animais - pelo bem de nossos cães e da comunidade
Animais- a permanência de animais em condomínios?
Assembléia - modêlo de ata de assembléia geral ordinária do condomínio
Assembléia - modêlo de convocação de assembléias
Assembleia ordinária ou extraordinária. Qual a diferença entre elas?
Barulho quebra o Silêncio
Biometria
Caixa d'água - Um assunto muito sério
Controle de pragas
Convenção - qual a diferença entre convenção e o regulamento interno?
Convenção de condomínio.
Crianças - o que fazer para acalmar as ferinhas do condomínio
Delivery - com regras rígidas é possível tornar o serviço seguro
Documentação do condomínio
Drogas: o perigo mora ao lado
Fundo de reserva: quem deve pagar
Gás - de olho no vazamento
Gás - pague somente o que consumir
Hall de Condomínio - pintando e bordando na reforma do hall
Impermeabilização
Inadimplência - um trabalho de conscientização
Inadimplentes - acordos com inadimplentes.
Incêndio - O que pode provocar um incêndio?
Incêndio - providências para o combate de incêndios.
Incêndio - treinamento de brigada de incêndio do condomínio
Infiltrações - saiba como agir em casos de infiltrações
Lei do Inquilinato - saiba o que muda com a nova Lei do Inquilinato
Meio Ambiente - cultivo de plantas ornamentais em apartamentos
Meio Ambiente - Descartando o óleo usado corretamente
Meio Ambiente - desperdício de água e as atitudes que fazem a diferença
Meio Ambiente - ganhei uma orquídea, e agora?
Meio Ambiente - óleo de cozinha usado causa prejuízos ao meio ambiente
Meio Ambiente - reciclagem - uma alternativa correta
Meio Ambiente - reciclagem, o que são e como gerenciar os resíduos?
Novo Código Civil - 0 que vale mais no condomínio: o código civil, a convenção, o regimento interno ou a assembléia?
Novo código civil - direitos e deveres de um condômino de acordo com o novo código civil.
Novo dono herda dívidas
Pára-raio.
Piscinas
Playground - um espaço que merece nosso cuidado
Relacionamento - convivência perfeita! é possível?
Segurança - dicas de segurança em condomínio
Segurança - por um condomínio mais seguro
Segurança do condomínio depende de todos
Segurança do trabalho
Segurança Eletrônica - câmeras em elevadores
Seguro
Síndico é antes de tudo um forte
Síndico(a) - atribuições do síndico(a)
Síndico(a) - chegou a hora da eleição do síndico? Saiba as regras para eleger o novo comandante do condominio.
Síndico(a) de condomínios e a gestão compartilhada
Taxa de Condomínio - o recibo deve sair em nome de quem
Terceirização - como escolher e contratar uma administrdora.
Terceirização de serviços
Trabalhador de Condomínio - assistência ao trabalhador empregado
Trabalhadores - como escolher na hora de contratar funcionários para o condomínio?
Trabalhadores - doença gera estabilidade no emprego?
Uniformes
Melhor visualizado em 800 x 600 px.
Informativo do condomínio. Todos os direitos reservados.